Biomarcadores cardíacos


Por Lilia Wang em 06/06/2017 17:32 | Comentários: 1

Na medicina humana, os biomarcadores cardíacos (peptídeos),  são uma importante ferramenta para o diagnóstico e o prognóstico de insuficiência cardíaca aguda. Os valores destes peptídeos são baixos em pacientes humanos saudáveis.

Há três tipos destes peptídeos:  ANP (peptídeo natriurético atrial) produzido nos átrios; BNP (peptídeo natriurético tipo b) produzido nos átrios e ventrículos;  tipo c (peptídeo cerebral) produzido no endotélio.

O BNP é liberado quando ocorre estiramento dos ventrículos. A ativação do gene BNP dos miócitos ocorre em resposta a estímulos de sobrecarga de pressão ou volume, resultando na produção do precursor do BNP, chamado de proBNP. Ha também liberação do fragmento NT-proBNP, que não apresenta ações fisiológicas, e do biologicamente ativo BNP. As funções do BNP são a ativação da natriurese (regulação de fluidos coporais), vasodilatação e inibição da renina, da aldosterona (regulação da pressao arterial)  e da atividade simpática. Outras ações como efeitos anti-inflamatórios, antiproliferativos e antifibróticos e melhora do relaxamento miocárdico também foram relatados.

Connolly, Soares Magalhães et al. (2008), realizaram um estudo mensurando níveis séricos de NT-proBNP em felinos com doença cardíaca. Neste estudo, os marcadores foram capazes de distinguir gatos com e sem doença cardíaca além de diferenciar gatos sem insuficiência cardíaca congestiva de gatos saudáveis. Similarmente, segundo Tominaga et al., 2011, as concentrações plasmáticas de NT-proBNP foram significativamente mais altas em gatos assintomáticos diagnosticados com aumento cardíaco quando comparado  ao grupo controle. Estes dois estudos podem sugerir que talvez, num futuro, será possivel usar o NT-proBNP como teste de triagem para facilitar a detecção de doenças cardíacas sem sinais clínicos.

Em um outro estudo, 114 gatos saudáveis e 113 gatos com doença cardíaca assintomática foram avaliados onde também foi possivel diferenciá-los a partir da mensuração do NT-proBNP. Provavelmente sua mensuração integrada com o ecocardiograma ajude a melhor caracterizar os gatos afetados, ajudar a formular estratégias de monitoramento ou indentificar a progressão da doença. Um beneficio considerável foi relatado na estratificação de risco em todas as etapas da insuficiência cardíaca humana, combinando a avaliação do BNP com o ecocardiograma.

Não podemos esquecer que o NT-proBNP é excretado pelos rins, e sua concentração é afetada pela função renal. Mais estudos precisam ser feitos avaliando esta associação.

REFERÊNCIAS:

Daniels, Lori B., and Alan S. Maisel. "Natriuretic peptides." Journal of the American College of Cardiology 50.25 (2007): 2357-2368.

Simões, Ana Cristina, Sérgio Veloso Brant Pinheiro Silva, and Robson Augusto Souza dos Santos. "Peptídeos e interação coração-rim." Rev Bras Hipertens vol 15.3 (2008): 134-143.

Kim, Han-Na, and James L. Januzzi. "Natriuretic peptide testing in heart failure." Circulation 123.18 (2011): 2015-2019.

Da Silva, Rose Mary Ferreira Lisboa. "Biomarcadores BNP e NT-proBNP na insuficiência cardÃaca: revisã o de literatura." Materials and Methods pt (2014).

Goetze, Jens Peter. "Biochemistry of pro-B-type natriuretic peptide-derived peptides: the endocrine heart revisited." Clinical chemistry 50.9 (2004): 1503-1510.

Sisson, D. David. "Neuroendocrine evaluation of cardiac disease." Veterinary Clinics of North America: Small Animal Practice 34.5 (2004): 1105-1126.

Connolly, D. J., et al. "Circulating natriuretic peptides in cats with heart disease." Journal of Veterinary Internal Medicine 22.1 (2008): 96-105.

Fox, P. R., et al. "Multicenter evaluation of plasma N‐terminal probrain natriuretic peptide (NT‐pro BNP) as a biochemical screening test for asymptomatic (occult) cardiomyopathy in cats." Journal of Veterinary Internal Medicine 25.5 (2011): 1010-1016.

Tominaga, Yoshinori, et al. "The diagnostic significance of the plasma N-terminal pro-B-type natriuretic peptide concentration in asymptomatic cats with cardiac enlargement." Journal of Veterinary Medical Science 73.8 (2011): 971-975.

Lalor, Stephanie M., et al. "Plasma concentrations of natriuretic peptides in normal cats and normotensive and hypertensive cats with chronic kidney disease." Journal of Veterinary Cardiology 11 (2009): S71-S79.

Professor TreeVet

Outros artigos de Lilia Wang

Comentários

Para comentar este artigo basta fazer login ou cadastrar-se gratuitamente!